Terça-feira, dia 21/03 às 19:00

A bola da vez da vez é o drama dirigido por Sérgio Bianchi ganhou quatro prêmios do Cine Ceará: Melhor Roteiro, Melhor Edição, Melhor Ator Coadjuvante (Lázaro Ramos) e Melhor Atriz Coadjuvante (Ariclê Perez). E pra quem ainda não conhece, o TERcine é o cinema de Joaquim Egídio, do ladinho de Campinas. Aqui você chega pra ver um bom filme, comer os quitutes gostosos do A Cabrita café  e compartilhar o gosto pelo cinema!

Quanto vale ou é por quilo?

O filme traça um paralelo entre a vida no período da escravidão e a sociedade brasileira contemporânea, focalizando as semelhanças existentes no contexto social e econômico das duas épocas. Com muitos atores afro-brasileiros, a ação se desenrola nesses dois períodos históricos ao mesmo tempo.
O longa “Quanto vale ou é por quilo?” utiliza linguagens variadas para contar essa história. Entre elas, trechos de documentários e pequenos contos de enredo, baseados em crônicas de Nireu Cavalcanti, extraídas de autos do Arquivo Nacional do Rio de Janeiro.
Apesar de ser uma obra de ficção, a escravatura é mostrada como está descrita nesses documentos, e em outros escritos históricos da época. Ao traçar esse paralelo entre o século XIX e o tempo atual, o filme questiona até que ponto a estrutura da sociedade brasileira realmente mudou da época colonial até hoje.[2]

Direção:  Sérgio Bianchi
Produção: Brazil, 2005, 110 min
Ingresso: contribuição espontânea
Data: 21/03 – terça-feira
Hora: 19:00

A Cabrita Café oferece comidinhas gostosas dos produtores locais, bebidas e um espaço legal de boa prosa antes de depois da sessão.

A recepção está aberta a partir das 19:00 e a exibição começa às 19:40, seguida da roda de prosa.

A pipoca, como sempre, já te espera fresquinha!